Arquivo de Goóc

Goóc lança projeto de sustentabilidade ambiental

O Brasil consome anualmente 30 milhões de pneus, que são despejados no meio-ambiente. A Goóc, que é a primeira do país a reciclar pneus para desenvolver calçados a partir desta matéria prima, possui uma missão: eliminar todos os pneus inutilizados do Brasil. “Se cada brasileiro – que soma 183,9 milhões de habitantes – adquirir um par de sandálias de pneu reciclado, teremos eliminado em dois anos cerca de 35 milhões de pneus – já que fazemos 5 sandálias com cada pneu”, conta Thai Quang Nghia. “Este é o nosso desafio e também a missão da Goóc no Brasil”, completa Thai.  

 

 “Tenho gratidão e carinho com este país que me acolheu tão bem, desde minha chegada aqui, na década de 70. Agora, é minha chance de retribuir ao Brasil – encabeçando uma campanha de reaproveitamento de pneus e preservação ambiental, onde os produtos Goóc podem ser um caminho para esta resolução”, explica Thai, natural do Vietnã.

  

Além das sandálias, a Goóc produziu também displays desenvolvidos com papelão reaproveitado e reciclado para a venda de seus produtos: Box Belt. Com espaço para encaixe de caixas de sapatos, o móvel para PDV tem capacidade para agregar 48 pares de sandálias.

  

Produzir para reciclar

  Segundo Thai, todos os anos o Brasil consome 350 milhões de sandálias e chinelos de borracha e pvc. Muitos, de má qualidade e baixa resistência, duram pouco tempo e acabam nas lixeiras de todo o Brasil. “Ao contrário da filosofia “produzir para criar lixo”, Goóc produz para reciclar – desde a embalagem de nosso produtos, até o próprio produto”, finaliza Thai.  

Desde janeiro de 2006, a terceira unidade fabril Goóc, inaugurada em Feira de Santana, na Bahia, é responsável pela produção de toda linha de calçados e acessórios desenvolvidos com borracha reciclada de pneu. “Temos a intenção de concentrar nos próximos anos 100% da produção no Nordeste, região responsável pelo consumo de 75% de calçados em borracha em geral”, explica Thai Q.      

 A Goóc já reciclou, desde sua fundação em 2004, mais de 2 milhões de pneus.

Sobre a Goóc

  Desde sua fundação em 2004, a Góoc já cresceu 500%. Possui 3,5 mil pontos de vendas em todo o território nacional, emprega 960 pessoas, direta e indiretamente em duas unidades industriais – em Feira de Santana, na Bahia e outra em São Mateus, na cidade de São Paulo. Em 2007, a empresa produziu cinco milhões de pares e deste número, 5% foram comercializados em território internacional.   

Até 2014, a Goóc tem o objetivo de produzir 210 milhões de pares de sandálias – um para brasileiro.

  Os produtos Goóc podem ser encontrados também no Canadá, EUA, Jamaica, Ilhas Caiman, Santa Lúcia, Colômbia, Equador, Bolívia, Portugal, Espanha, França, Alemanha, Itália, Angola, Austrália, Japão. 

Por: EcoProducers/Redação

 

Image

Goóc lança projeto Ler Goóc e incentiva a conscientização ambiental e cultural por meio dos livros

COUROMODA 2008: Comemorando reciclagem de 2 milhões de pneus, Goóc, lança produtos para um inverno quente, com temperaturas elevadas, como também para o verão internacional, recebendo compradores de outros países. Empresa lança na Couromoda 2008 Projeto LER GOÓC, que incentiva à conscientização ambiental e cultural por meio dos livros

A Góoc, empresa que está desde 2004 no mercado brasileiro e é pioneira na fabricação de calçados fabricados a partir de borracha reciclada de pneu, câmera reaproveitada e lona reaproveitável, aproveita a Couromoda para apresentar ao mercado e a imprensa o Projeto LER GOÓC de incentivo à leitura.

A primeira etapa do Projeto LER GOÓC consiste na estruturação de biblioteca interna para colaboradores e seus familiares, biblioteca ambulante em bairros de São Paulo menos favorecidos e também em Feira de Santana, na Bahia, onde está a fábrica de chinelos reciclados com borracha de pneu.

“Esta é a nossa missão em 2008: incentivar a reflexão e a busca de conhecimento não somente por meio de nossos produtos, mas também por meio dos livros, da leitura. Esta é o objetivo Góoc para este Ano Novo”, conta Thai Q. Nhgia, presidente-fundador da marca.

Não é de hoje que a Goóc cria e participa de ações sócio educacionais. Desde o início de sua fundação, a marca é responsável por reformar igrajas na capital paulista, atuar junto com a população carente do Piauí, manter duas creches ativas, além de oferecer a seus funcionários apoio odontológico interno, informações pré e pós parto para mães, entre outras atividades.

A própria Goóc traz em seu histórico a utilização de materiais reciclados e reaproveitados.

“Nossos produtos são um meio, que levam uma mensagem. Mais que calçados e acessórios, cada criação Góoc traz a história de resistência, harmonia, irreverência, originalidade, quebra de paradigmas”, conta Thai.

Desde sua fundação, a Góoc já reciclou o equivalente a mais de 2 milhões de pneus. Incluiu à sociedade o que era considerado lixo e não reaproveitável – e dele, criou algo que oferece conforto, bem estar e beleza dos pés à cabeça: sandálias, papetes, bolsas e acessórios.

“Queremos levar esta atitude para o mundo e fazer com que as pessoas sintam prazer em incluir e reaproveitar desde coisas materiais, como o lixo urbarno, até o cidadão esquecido e excluído que existe nas ruas de todo o planeta, que poderia contribuir, junto conosco, para um mundo melhor”, explica o fundador da Góoc.

Fiel a este conceito, a Góoc já cresceu 500% desde sua fundação, em 2004. Possui 3,5 mil pontos de vendas em todo o território nacional, emprega 960 pessoas, direta e indiretamente em duas unidades industriais – em Feira de Santana, na Bahia e outra em São Mateus, na cidade de São Paulo. Em 2007, a empresa produziu cinco milhões de pares e deste número, 5% foi comercializado em território internacional.

Sobre a Goóc – A fórmula “criatividade + sustentabilidade ambiental” presentes no conceito Ecocultural da Goóc tem conquistado o mundo. Atualmente a marca exporta para França, Itália, Espanha, Portugal, Japão, Estados Unidos, Caribe, Austrália, Arábia Saudita e países da América Latina. No Brasil, existem 10 Espaços Goóc e mais três mil pontos de vendas.

GOÓC FAZ “TOUR CONTRA A PIRATARIA” NO NORDESTE DO BRASIL

Representantes da empresa calçadista fazem tour pelas principais cidades da região nordeste e centro oeste para informar lojistas e consumidor sobre malefícios da utilização de calçados pirateados.

A Goóc, que é uma das principais fabricantes de chinelos e calçados de borracha reciclada de pneu do Brasil, é também hoje um dos principais alvos dos “piratas do mercado”. Em Feira de Santana, na Bahia, a Goóc produz 300 mil pares/mês e emprega mais 200 colaboradores, beneficiando indiretamente mais de 600 pessoas.


“Fábricas piratas” localizadas na região nordeste chegam a produzir cerca de 1 milhão pares/mês de cópias pirateadas Goóc, com material inferior e fora dos padrões de qualidade: feito de PVC, escorrega e é quebradiço, além de ser fabricado com cloro, o que polui o meio ambiente. Existem ainda os malefícios físicos, pois tais produtos não passam por um padrão de qualidade, o que pode trazer problemas nas articulações e coluna. No mercado o chinelo pirata é comercializado entre 2 e 3 reais – valor que provavelmente não paga taxas e contribuições ao governo, salários e benefícios aos colaboradores.

“É preciso combater empresas que prejudicam o mercado, o desenvolvimento industrial das empresas e até mercadológico, do Brasil. Queremos crescer e fazer com que o Brasil cresça, que nossos colaboradores fiquem satisfeitos e evoluam, que o consumidor sinta-se bem e confortável. Para isso, é necessário combater a pirataria” conta Thai Nhgia, diretor da Goóc, que participa deste tour contra a pirataria Goóc que já passou pela Bahia e Recife e caminha para o Ceará na próxima semana.

O objetivo é informar os lojistas e incentivá-los a não comercializar produtos pirateados, além de esclarecer ao consumidor final sobre os fatores negativos do uso destes chinelos.

Sobre a Goóc
Desde 2004 inserida no mercado, a Goóc destaca-se no Brasil pela originalidade de seus produtos, que conciliam a criatividade atrelada a sustentabilidade ambiental. Seu fundador Thai Nighia, é o grande mentor da marca, que em 2004 agarrou a causa ambiental para conscientizar seus consumidores.

A fórmula “criatividade + sustentabilidade ambiental Goóc” tem conquistado o mundo: atualmente países como França, Itália, Espanha, Portugal, Japão, Estados Unidos, Caribe, Austrália, Arábia Saudita e países da América Latina demonstram grande interesse pelos produtos desenvolvidos com borracha reciclada de pneu, fabricados em Feira de Santana (BA), responsáveis também por gerar emprego e benefícios na região.

Desde sua fundação, a Góoc já reciclou o equivalente a mais de 2 milhões de pneus. Incluiu à sociedade o que era considerado lixo e não reaproveitável – e dele, criou algo que oferece conforto, bem estar e beleza dos pés à cabeça: sandálias, papetes, bolsas e acessórios.

Em Hollywood, famosos do cinema e da televisão já aderiram à marca, que investe pesadamente em marketing internacional neste processo de internacionalização: personalidades como Al Gore, Cameron Diaz, Gwen Stefani, Drew Barrymore e Leonardo di Caprio já tem em seu guarda-roupas, chinelos Góoc desenvolvidos com borracha reciclada de pneu e camisetas fabricadas a base de fibras de pet e de bambu.

Texto: Maxpress/notícia

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.